Memmo Alfama

Alfama tem desde os primeiros dias de Setembro uma nova “casa para viajantes” : o primeiro e único hotel da zona: o Memmo Alfama, hotel boutique de charme de 4 estrelas.
Pertíssimo da Sé, tem como porta de entrada a Travessa das Merceeiras, exibindo um mural muito sui generis. Trata-se de uma obra da autoria de Vhils (Alexandre Farto), conceituado artista português na temática do graffiti -, que marcou uma parede à entrada da ruela com um (grande) rosto de um residente de Alfama.
O Memmo encontra-se em redor de um velho pátio, sendo o edifício original do séc. XIX. O principal objetivo foi manter as fachadas originais do edifício, sendo possível a integração total do mesmo na tradição e história do bairro. Foi considerada a primeira grande intervenção contemporânea no centro histórico de Alfama.
Apesar dos quartos estarem equipados com todas as comodidades modernas: dos básicos minibar, ar condicionado e cofre à tv LED, iStation – para iphone, ipod, ipad – ou Internet sem fios, este hotel caracteriza-se por ter o “espírito de uma casa portuguesa”.
A aposta em termos de comida e bebida é em “produtos e marcas portuguesas de grande qualidade”, sendo o bar especializado em vinhos lusos e a carta inclui sanduíches, saladas ou petiscos. Ao nível do primeiro andar mas como um balcão para o bairro e rio, temos uma piscina panorâmica digna de referência, tendo o fado de Alfama como música de fundo.
Para que o hóspede se sinta mais em casa, há diversos espaços planeados, como a sala de estar, em que pode “retirar um livro emprestado”, ou um frigorífico em que poderá escolher um snack ou uma bebida a qualquer hora do dia. Há ainda a área “íntima”, a Lisbon Story, com “todas as informações relevantes para explorar a cidade” e um guia (Living Alfama) com “dicas dos moradores” sobre o bairro.

Anúncios